de 2 a 5 de abril de 1998, Phish fez quatro dos melhores shows de sua carreira. Apelidado de “Island Tour”, desde as duas primeiras noites foram em Long Island (Nassau Coliseum em Uniondale, NY) e os próximos dois em Rhode Island (Providence Civic Center em Providence, RI), cada um dos quatro shows deixou sua marca indelével na história de Phish.

a primeira noite de 2 de abril contou com uma extensa exploração musical e as estreias de “Frankie Says” e “Birds of a Feather”. A segunda noite da corrida neste dia em 1998 apresentou sua própria estreia, embora a banda ainda não soubesse; a jam session em “Weekapaug Groove” acabaria gerando a música original “Moçambique”.

entre os muitos destaques da noite dois da corrida histórica foi um particularmente notável “rosas são livres”, como Phish tomou a capa Ween para uma Odisséia de 27 minutos. A faixa foi a primeira de um conjunto de quatro músicas que incluiu “Piper”, “Loving Cup” e “Run Like An Antelope”, trazendo um pouco de funk direto para mais de uma hora de música. Com algum tempo extra, Phish tocou uma gloriosa canção de três encore que incluía “Carini”, “Halley’s Comet” e “Tweezer Reprise”.”

há uma razão pela qual o show está entre os mais bem avaliados em Phish.net. você pode assistir ao show completo abaixo, cortesia do usuário do Youtube silverchair97.

Phish – Nassau Coliseum– 4/3/1998

Setlist: Phish no Nassau Coliseum, Uniondale, nova iorque – 4/3/98

Definir 1: Mike Song -> A Antiga Casa > Weekapaug Groove, Trem Música > Billy Respira, a Beleza dos Meus Sonhos, Cães Roubou Coisas > Reba, Minha Alma

Conjunto 2: Rosas São Grátis > Piper > Loving Cup > Executar Como um Antílope

Encore: Carini > o Cometa Halley > Pinça Reprise

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.